Parceria com a Convergência

0
134
Feira do Livro, Lisboa 2021

Pese embora todo o nosso optimismo no manifesto divulgado aquando do nosso lançamento, passados três meses decidimos firmar uma parceria com a distribuidora Convergência, passando a estar disponíveis em feiras do livro, nas FNAC que nos queiram e no catálogo que a Convergência envia a centenas de livrarias.

A que se deve esta parceria?

Aqui teremos de pegar primeiro na aposta na nossa sustentabilidade, embora apostar nas livrarias independentes tenha sido a nossa primeira opção, conseguindo convencer uma dezena delas a apostar em nós, depressa concluímos que a esmagadora maioria das livrarias independentes para se manterem abertas precisam de best sellers e os nossos livros e revistas centram-se em autores anarquistas, socialistas dos séculos passados e outros autores infrequentáveis, logo invendáveis.

Não lhes devem ter parecido de todo atractivos (ou então fomos para a pasta de spam e nem leram as nossas propostas de consignação em vez de nos ignorarem, sempre é um pensamento mais reconfortante que não descartamos). Um dos nossos colaboradores alertou que tínhamos de ter “um plano de negócio” para chegarmos a mais leitores, depois da primeira tentação ter sido lavar-lhe a língua com sabão concluímos que sim: se em 2023 queremos ter uma editora viável que consiga transformar os seus colaboradores em trabalhadores honestos, precisamos de vender livros!

Feiras do livro e FNAC

Dada a actual limitação logística seria de todo impossível estarmos presentes nas feiras do livro que ocorrem um pouco por todo o país, com destaque para Lisboa e Porto. A Convergência tem tido uma presença constante nas mesmas com um catálogo onde se destaca a contracultura literária, apostando na distribuição de obras de fantasia, ficção científica e terror que, convenhamos, são de autores no mínimo tão invendáveis e infrequentáveis como os que editamos!

Tendo uma distribuidora conseguimos também chegar aos quiosques das FNAC, ou seja as nossas revistas, a Libertária (cujo nº 5 já está em paginação) e a Prontidão & Sobrevivência, não podendo estar em todos os quiosques nacionais dada a sua tiragem e não sendo um produto habitual em livrarias, conseguirão estar na secção de revistas e jornais que fazem agora parte das lojas FNAC onde quando algum consumidor mais incauto for comprar o seu jornal A Bola, a revista Maria ou uma National Geographic irá agora tropeçar na nossa literatura subversiva. Proselitismo, portanto, qual seria a piada de vender livros e revistas socialistas e apologistas da autossuficiência aos já convertidos? Há que chegar mais longe!

Contracultura e espírito comunitário

Para quem não esteja ciente do magnífico catálogo de banda desenhada e ficção especulativa da Convergência aconselhamos uma visita atenta ao seu portal. As edições de ficção pulp que estamos a preparar encaixam ali que é uma maravilha.

E onde está sedeada a Convergência? Está perto do nosso escritório na Amadora, estão mesmo aqui ao lado nos Nirvana Studios, o centro cultural alternativo de Oeiras, mais concretamente em Valejas, que partilha com a Amadora um par de ruas. É uma comunidade cuja estética e espírito muito nos agradou quando os visitamos, numa mesma tarde ouvimos tanto músicos de uma jazz band como uma banda de heavy metal a ensaiar e ficamos maravilhados com a arquitectura steampunk e reciclagem de materiais que testemunhamos em todo o espaço. Este projecto editorial conta com libertários, eco-anarquistas e sobrevivencialistas com antecedentes no meio punk, sentimo-nos em casa naquela estética.

Nas palavras dos mesmos:

A Nirvana Studios é uma comunidade cultural perfilada para o mundo do espectáculo e entertainment, para a exportação e importação das artes, da criação alternativa e transdisciplinar, de conceitos eco-direccionados e do activismo desportivo de aventura. Visando a sustentabilidade social e a paz a nível global, está orientada para a experimentação, acolhimento e intercambio nacional e internacional de artistas, ideias e causas a favor da igualdade e respeito entre todas as culturas, sendo as suas coordenadas ideológicas politicamente e religiosamente neutras. 

Façam uma visita virtual em: nirvanastudios.pt/mapatour/

E as independentes?

Ficou salvaguardado que as livrarias independentes que prefiram trabalhar directamente connosco, e aquelas que já trabalham connosco, o poderão fazer livremente. Estamos mesmo muito optimistas e agradados com a parceria que firmamos com a Convergência, juntos esperamos ir longe. E sim, esta parceria inclui também potenciais sessões de lançamentos/apresentação de livros e revistas nos Nirvana.